fbpx

Notícias

Melhor performance e desempenho: quais são os energéticos saudáveis?

Uma pesquisa realizada pela Euromonitor International mostrou que, no ano de 2017, os brasileiros consumiram aproximadamente 67 milhões de litros de bebidas energéticas, movimentando cerca de R$ 1,7 bilhão. O mercado mostrou-se promissor, representando aumento de faturamento de 38,3% no varejo.

A bebida mostrou-se querida por sua média de consumo, também: em 2016, cada habitante consumiu, em média, 500 ml da bebida, segundo ABIR, Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas.

Prós e contras

Normalmente, energéticos são consumidos por pessoas ativas, oferecendo mais ânimo para a realização de atividades físicas ou jornadas de trabalho mais intensas. Porém, nem tudo são flores: existem algumas preocupações em torno do seu consumo. José Felipe Carneiro, co-founder da KHappy Kombucha, empresa especializada na produção de bebidas naturais, conta que os energéticos que costumam ocupar as prateleiras do mercado se aproximam muito de um refrigerante. “A bebida é muito artificial. Além de conter Taurina, que traz dúvidas de consumo e sempre é pauta de novas pesquisas, os energéticos são ricos em açúcar, corantes e conservantes”, diz o especialista.

Um estudo alemão, realizado pela Universidade de Bonn, que contou com 18 participantes, notou aumento significante no ventrículo esquerdo do coração, responsável por extrair oxigênio dos pulmões. Além disso, estudos anteriores já associaram as bebidas com taurina à insônia, dores de estômago, de cabeça e até mesmo palpitações.

Levando em consideração determinados pontos, a bebida acaba ficando de lado para muitos. E é justamente por esse motivo que a KHappy Kombucha desenvolveu uma bebida energizante e natural: para oferecer uma opção saudável para aqueles que precisam de um gás extra para enfrentar os desafios de uma rotina agitada.

Harmonia que impulsiona

Seguindo a linha das bebidas probióticas, a KHappy Kombucha lança um sabor especial. Combinando frutas vermelhas, como framboesa, amora e morango, chá de hibiscus e uma dose de 60g de Guaranina, é possível ter muita energia e benefícios probióticos de maneira simples e natural.

Seu potencial é equivalente a qualquer outra bebida energética graças ao alcaloide quase idêntico ao da cafeína, vindo direto da Amazônia, graças ao fruto do Guaranazeiro. São quase 2 bilhões de probióticos por garrafinha, além de 12 leveduras e 66 bactérias.

Além do novo sabor energizante, a KHappy Kombucha conta com diferentes sabores em seu cardápio – tudo isso para ampliar sua gama de benefícios e oferecer kombuchas para todos os gostos e finalidades. Saiba mais: www.khappykombucha.com

Fonte: Infomoney